terça-feira, 20 de maio de 2014

Musicalidade

E se a chuva fosse uma música
Entre gotas e gotas, uma nova nota
Um acorde
Se cada objeto fosse seu instrumento
E eu? Que instrumento eu seria?
E qual som soaria? 
Digo, qual nota eu seria?
Os chuviscos, uma doce melodia
Os pingos fortes, quem sabe, o som de uma bateria
E quem dirá como seria o de uma tempestade
E os trovões também cantariam?
Os granizos... que som?
Instrumentos da natureza
Daria uma bela melodia ou um som catastrófico
E o cair nos guarda chuvas
Que som se espalharia? 
E a calçada de pedestres 
Quantos pianos teríamos?  
E quantos dos fios de telefonia não dariam belos violões? Violinos?
Quantos instrumentos de cordas seriam
E o vento? Seriam as flautas?
Ora, quantos sons se formariam 
Uma enorme sinfonia.