terça-feira, 19 de novembro de 2013

Eu não deveria ter amado mais ninguém
Ninguém além de mim, dos meus amigos e familiares 
Mas eu errei, eu falhei ao dizer
"Não, nunca vou me apaixonar"

Eu errei e amei.
Não, na verdade eu acertei e acertei em cheio!
E assim fiquei dependente de um amor
Não só do teu, do nosso ou do que a gente criou

Mas do amor romântico
O amor mais cruel e crucial
É sim, esse amor que não se esgota
Pelo menos não em mim.