sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Vida de indecisão no novo mundo

Infelizmente, a vida é mais que amor.
É ser esquartejado pela dor.
Ter seu coração partido pela indecisão.
É não saber pra onde vai
Nem o que quer.
E aí então, se a vida não tinha começado
Vai ter que virar poço de luta.
Um dia, acordar desesperado.
Outro dia, trabalhar feito puta.
O mundo se tornou tão complexo
Que, ao ver o seu reflexo,
Se escondeu de medo.
E, sem saber o que fazer,
Veio cair nos meus braços.
Eu, abalado pelo mundo,
Abracei a mim mesmo.
O mundo é conectadamente solitário.
É minusculamente planetário.
Parece ser bem menos que plutão,
Mas não se preenche mais com paixão.
O mundo hoje se preenche com trabalho.