segunda-feira, 17 de março de 2014

Um homem incrível

Hoje eu fui dormir
Pensando no que você disse
Nós dois sob a luz daquele luar vermelho
Aquela brisa marinha soprando a gente
E hoje eu acordei
Decidido sobre isso
Você disse que eu seria um homem incrível
E está decidido, a partir daqui
Que é isso o que quero ser
Está decidido que eu descobri
Já não preciso dos teus beijos
Dos teus agrados
Das tuas conchas ou coxas
Do seu eu belo ou seu cabelo
Está decidido que eu preciso me enfrentar
E eu sei por onde começo
Eu sou eu e mais um
Bem aqui dentro de mim
Há um ser antigo feito de ilusão
Amor, ódio e solidão
Que eu tenho que deixar para trás
Me desculpe, Solitário
A partir de hoje, você será apenas enfeite
No meu nome e nas minhas lembranças
Será apenas um título que eu ganhei
Ao conseguir te enfrentar
Pois quando essa luta acabar, eu serei só um
Eu serei solidão, saudade e coração partido
Por mim mesmo
E o que há de mais importante nisso
É que não terei mais medo