domingo, 9 de março de 2014

Talvez esperarei

Alguém pode me libertar dessa loucura?
Melhor viver uma ilusão
Do que querer uma paixão
Que só me traria amargura
Do que imaginar todo dia
O que seria
Do que sorrir ao ouvir uma voz
Ter umas conversas
Acordar pensando em alguém
Eu prefiro fingir que uma paixão é meu amor
Do que amar um amor mal amado
Sentir um sentimento desesperado
Me iludir enquanto todos dizem que vai acontecer pra mim
Se sei da sorte que tenho, eu sei o que me chama
Amor é pra quem ama
Mas é preciso ser amado
E não tem ninguém ao meu lado
Enquanto a solidão vem todo dia e me chama
Talvez seja apenas mais fácil me casar com a solidão
Eu queria tanto que alguém cuidasse do meu coração
Mas o coitado é um pobre abandonado
Tanto que já nem me resta alternativa
Se não te convém me amar, tudo bem
Talvez eu espere o próximo trem
Talvez o amor já tivesse de partida quando cheguei
Talvez eu espere a outra vida