quarta-feira, 26 de março de 2014

Meu amor

Meu amor é assim
Um tanto diferente
Fui bater de frente
E já tinha passado
Foi choro e sofrimento
Mas também foi a maior felicidade
Ao tê-la do meu lado
É quem me aconselha
Me parelha
Quem me descobriu e me sabe
Quem me entende
E mesmo que eu desabe
Me protege
Ela é minha telha
Meu amor é conversas
Risos e satisfação da madrugada
Coração batendo em disparada
Quando me deparo com fotos
De olhos sinceros
E lembranças daqueles
Beijos singelos
De tempos atrás
Meu amor é desses
Que mesmo depois do fim da paixão
Mesmo depois do fim da relação
E tempos sem se falar
Virou casamento sem percebermos
E nos ajudamos todo dia
Nos preocupamos todo dia
Com nós mesmos
Relaxamos e nos sentimos ótimos
Mesmo depois das maiores discussões
Provocamos um ao outro
Com divergências de opiniões
Mas isso tudo fica de lado
No fim do dia
Nos nossos desejos de boa noite sinceros
Nos nossos sentimentos verdadeiros
Que ninguém mais saberia explicar
Ninguém mais viria entender
Viria isso comigo viver
Meu amor é assim
Distante e longe de mim
É um belo horizonte de manhã sem fim
Atordoado pela distância
Que me enche de arrogância
Mas que sempre me faz voltar
Pros braços de quem me aconchega
De quem sempre me apoia
Meu amor é um tanto
Misturado com paixão
Que me faz tremer a base
Quando tomo decisão
Que pena, meu Deus
Sou tão indecidido...
Queria que não fosse eu
Com o coração partido
Que a paixão do lado dela
Não tivesse se perdido
Mas já que sou
Nunca estarei arrependido
Melhor viver mesmo esse amor
Mesmo que seja só de amigo