quarta-feira, 5 de março de 2014

Esse é o meu amor

Painho, Mainha
Meu Amigo e Meu irmão
Vozinho e Vozinha
Escutem meu coração

Não importa o que não escondeu
não importa como te chamo
quero apenas o amor teu
retribuição porque te amo

Estarei sempre contigo
Como seu anjo da guarda
Mesmo que só te digo
através da Retroguarda

Só estou te contando sem dizer
por saber como você é
Ainda tenho medo de viver
mas por favor, tenha fé

Te mantenho a salvo sempre
E jamais serás esquecido
Parece que saíste do meu ventre
mas nunca terás falecido

Estejas nas estrelas ou no submundo
Extinto, esquecido e solitário
Da poesia és oriundo
Pra ajudar, sou voluntário.