domingo, 16 de fevereiro de 2014

(re)Piloto

O sol renasce mais uma vez
Enquanto parto em direção a uma jornada
Buscarei a aurora que marcará meu recomeço
São tantos erros a serem corrigidos
São tantos riscos a serem tomados
E nenhum medo precisa estar presente
Se junto comigo anda a fé
Solidão, agora já é besteira
Pois o que almejo é mais intenso e mais puro
Farei de tudo para ser melhor
E alcançar o que sempre sonhei
Não sou mais o mesmo Dinossauro
Talvez menos triste
Menos antiquado
Menos à parte
Talvez mais certo
De que posso ter o que esperei sem medo
E para isso vou lutar
Para isso vou mudar
Não vos falo mais de solidão
Pois esta prisão já me foi insuportável
Mas estou lutando para quebrá-la
Não sou mais o estático e pesado
Não vou mais ficar parado
Não sou mais o extinto
Nem o solitário
Eu quero ser eu
Ser um eu pra você