quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Dawn of the feeling.

Um copo de whisky, a fumaça de um cigarro,
Ambos matam-me e aquecem-me nessa noite em claro.
Aquecem junto com o som do velho violão.
Cordas velhas ainda tocam o coração.
Tons menores e dedilhado ardente sucedem-se,
Enquanto a imensidão brilhante do céu me envolve.
Enche meus olhos de água e emoção.
Perfeita sintonia entre um homem e seu violão.