domingo, 19 de janeiro de 2014

Volta

No meio de tanta euforia e vontade
Me pergunto se seria esse mesmo o meu destino
Será tudo isso mesmo verdade
Ou estarei eu pensando feito menino?
Eu era assim também
E continuo até hoje
Me prendo a tudo que me faz recordar
Dificilmente esqueço meu amor por alguém
Mas nunca cheguei a tremer e me encantar
Como acontece com você, meu bem
Não depois de tantos séculos
Pra só assim te reencontrar
Nem depois de ver teu rosto
Quando minha mente veio ao ar
Só sei que foi isso mesmo que aconteceu
Teus olhos olharam pra mim
Meu coração quase morreu
E eu, em solidão sem fim
Percebi que minha face empalideceu
Estou em eterna confusão
Ainda após o que você me fez
Cuidou do meu coração
E eu quero te dizer outra vez
Que pra gente não precisa pedir perdão
Se você também me amar com amor cortês