segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Pensamentos traiçoeiros

Minha boca se fecha e minha língua descansa
Se movem aí meus pensamentos
E vai pra lá
E volta pra cá
Viagem sem fim
Sem sair do lugar
Coisas que não quero lembrar
Coisas que não quis pensar
De atitudes imbecis
Mas eu o fiz
E isso guardo comigo
São daqueles que mantenho trancados
São pensamentos estranhos, mofados
De interior vazio
E não compartilharei tamanha loucura
Nem que me resulte total amargura
Que não me faz bem
Não irei mais além
Estou parando por aqui
Meus pensamentos traiçoeiros
Os quais não divido nem com o travesseiro
Os quais minha alma suja contém