sábado, 30 de novembro de 2013

Amor (II)

O amor é um livro
Eu sei por todo o clímax que dá
Quando você pensa que hoje vai encontrar
Quem dá ao seu viver, motivo
Eu sei pela imaginação que tem
E pela atmosfera que retém
Pelos personagens que lhe prendem
E pelas coisas que todos aprendem
Quando o amor chega no fim
E quando a gente supera
E se abre de novo a primavera
E o livro recomeça, enfim