terça-feira, 29 de outubro de 2013

Expectativas

- Com licença... - me chamou o porteiro. Por um segundo eu imaginei um grande cenário:
"- Pois não?
- Havia um garoto procurando por você faz uns 15 minutos. Ele não deixou nome nem recado, mas como o reconheci de outras vezes, eu o deixei esperar na cobertura.
- Ele ainda está lá?
- Sim, senhorita.
- Ok, então vou lá... - entro no elevador clicando no botão da cobertura, me perguntando quem poderia ser. Assim que a porta do elevador se abre, lá está ele me esperando.
- O que você faz aqui?- Perguntei
- Eu não podia deixar isso para mais tarde. Precisava falar com você.
- Não há nada para conversarmos.
- Tudo bem então. Não vamos conversar. - E então ele me beija" e eu volto para a realidade, falando para o porteiro com esperanças:
- Sim?
- Correspondência.
- Ah, obrigada... - digo enquanto pego os papéis e entro no elevador, um pouco desapontada, mas bem conformada, e me encaminho para o meu andar. Até que a porta do elevador se abre...