segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Medo do escuro

Olhos na noite,
Formas estranhas,
Surgem diante de mim.
Demônios espalhados pela sala,
Gritando em minha mente.
Pensar em algo agradável,
E logo torna-se perturbador.
Tento achar luz no caminho,
Até chegar o dia.