sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Forças

Você já parou pra pensar
O quanto é difícil me esforçar
Pra não cair diante de ti?
Me apertas, me sufocas
Atiras em mim com olhares
E tudo eu ignoro
Mas por dentro eu imploro:
"Oh Deus, por que não minha?"
E te deitas no meu peito
E me abraças
Sossegas no meu leito
E se demora
E demora
E dançamos
E rimos
São olhares trocados
E meu coração, pesado
Vai caindo, caindo
Se sustenta por um fio
Tudo que falta é tu dares um pio
Daí digo que sou teu
E vai ser irrevogável
Irreversível
Inalterável
Incompreensível
Vai ser da noite pro dia
Uma força em ação
Força de melancolia
Ou até de paixão