quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Garoto bolha

Era uma vez, um pequeno garoto
Que se achava menor do que qualquer outro.
Menos importante até que uma folha,
Se sentia confinado dentro de uma bolha.
Seu sentimento de exclusão era interminável,
E isso criava uma solidão incomparável.
Queria ele da bolha sair,
Mas mesma parecia não explodir.
Numa tentativa de escape, em vão,
Acabou sufocado de tanta exclusão.
Deixou o mundo de olhares vesgos
E se libertou. Explodiu a si mesmo.