domingo, 23 de junho de 2013

Oração (Aí vindes outra vez)

Vindes outra vez, inquietas sombras,
Com teus espíritos iluminantes.
Nada de obscuro tens,
A não ser por não seres viva.
Mas chegue, com sua áurea inspirante.
Seu jeito cativante que me faz sentir.
Chegue com minha loucura e sua esquizofrenia.
Chegue com tua desconfiança pairando em meu ser.
Traga minhas lembranças consigo.
Esfregue tudo na minha cara e faça doer,
Para que, daí, eu fique tão inquieto quanto ti
E possa colocar tudo para fora ao escrever.