segunda-feira, 24 de junho de 2013

Fundamental

     Nem só beleza enxerga os olhos de um homem de verdade. Há outros componentes essenciais para a harmonia do ser feminino, sem dúvidas. São coisas mínimas e variadas, mas fazem total diferença. A disposição dos cabelos ao vento; o olhar pensativo pro horizonte; a delicadeza com a qual se pega um objeto à sua frente; a delicadeza com a qual ela se move, chegando a quase flutuar com seus passos; o sorriso sincero de cada reencontro, nervosismo ou piada contada; a fixação dos olhos em algo quando presta atenção; as palavras que saem de sua boca; cada suspiro com qualquer sentido; a forma dela pensar quando está sozinha. Tudo isso influi na capacidade de um homem se apaixonar por uma mulher, seja ela bela ou não. Mas, sobretudo, seus pensamentos expostos. São eles que fazem definir se há compatibilidade entre o casal. São eles que fazem as conversas durarem e os assuntos surgirem. Isso, nem todas têm. Isso, nem todos têm. Mas quando se acha um par perfeito, onde os dois percebem cada movimento do outro e conversam eternamente, não há dúvidas de que esse foi um casal cuidadosamente calculado. Claro que vão haver discordâncias e brigas entre os dois em algumas situações, mas a chance de falha de um relacionamento assim é mínima. Quando os dois se dão conta, não se importam mais com a beleza exterior. O que passa a prevalecer é o que os dois têm por dentro e o que sentem um pelo outro. A beleza deixa de ser fundamental. Desculpe-me Vinícius e desculpem-me as belas, mas a beleza se constrói com o que achamos um do outro. Fundamental é mesmo o amor.