domingo, 26 de maio de 2013

Amor pausado.

Enxerguei o amor, e foi assim.
Tão simples quanto havia de ser.
Por hora, sem mistérios, sem segredos.
Só amor mesmo.

Ai se ele soubesse!
O quanto é prazeroso
sentir o meu ser observando
(atentamente)
não como quem espera,
mas quem sente.

Enxerguei o amor.
E foi assim que comecei a viver :
Deslumbrada com a sua beleza.
Óbvia, honesta,clara mas complexa.
(assim como a natureza)

Mas eis que não o tive com frequência
e fui vivendo assim, a vida na pausa.
Uma hora se vive.
Outra se para.