domingo, 31 de março de 2013

O Ódio

         Sentimento desagradável, não? O ciúmes, a raiva, o ódio. Não é um sentimento que faz você se sentir bem, você se sente sufocado, de coração apertado. Não faz bem para você, nem para aquele que motivou tal sentimento. E quando a pessoa que despertou essa emoção é alguém alguém que sempre cuidou de você? Alguém que sempre esteve ao seu lado? Parece que a raiva fica maior, mais intensa, se é que ela realmente não fica. E vem acompanhada da culpa. Por que você odeia tanto aquele que já mostrou que te ama? Por que você não consegue não odiar aquela pessoa? Aquele ser que instantes antes você amava... por que você não o perdoa? É nesses momentos que você entende o que as pessoas querem dizer com "o amor gera o ódio"... São dois sentimentos interligados, quer você queira ou não. Uma pequena atitude errada daquele que amas pode fazer-te odiá-lo, nem que por meros segundos. Uma pequena atitude correta daquele que odeias pode fazer-te amá-lo, até mesmo pelo resto de tua vida.